Skip links

Brasil impulsiona vendas de isentos de prescrição na Sanofi

Brasil impulsiona vendas de isentos de prescrição na Sanofi

No quarto trimestre de 2018, as vendas da Sanofi atingiram de € 8.997 milhões, um aumento de 3,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os movimentos da taxa de câmbio tiveram um efeito negativo de 0,4 pontos percentuais, impulsionados, principalmente, pelo movimento da lira turca, do real brasileiro e do peso argentino.

As vendas da Companhia no ano totalizaram € 34.463 milhões, uma queda de 1,7% em uma base reportada. Os movimentos da taxa de câmbio tiveram um efeito desfavorável de 4,2 pontos percentuais.

Vendas de isentos de prescrição crescem na Sanofi
No quarto trimestre de 2018, as vendas do segmento de Consumer Healthcare (CHC), divisão de produtos de consumo em saúde e marcas tradicionais para o autocuidado, aumentaram 1,9% para € 1.194 milhões. Entretanto, na Europa, as vendas do CHC do quarto trimestre caíram 3,6%, para € 368 milhões. Nos EUA, as vendas de CHC no quarto trimestre aumentaram 6,0% para € 274 milhões, suportadas pela categoria Digestivo (aumento de 10,9%), entre outros ganhos. As vendas anuais de CHC dos EUA caíram 1,1% para € 1.066 milhões.

Nos Mercados Emergentes, as vendas de CHC no quarto trimestre aumentaram 6,4%, para € 405 milhões, impulsionadas, principalmente, por uma demanda sólida no Brasil (principalmente na categoria Dor). As vendas de CHC dos Mercados Emergentes para o ano todo aumentaram 8,9%, para € 1.588 milhões.

Vendas da Sanofi por região geográfica
As vendas do segmento de Mercados Emergentes no quarto trimestre aumentaram 6,0%, totalizando € 2,591 bilhões, impulsionadas principalmente pelas Doenças Raras (alta de 32,6%), Diabetes (alta de 7,7%) e CHC (alta de 6,4%). Na Ásia, as vendas aumentaram 8,4%, para € 941 milhões no quarto trimestre, sustentadas pelo desempenho na China (aumento de 8,3%, para € 566 milhões). Na América Latina, as vendas do quarto trimestre aumentaram 2,6%, para € 710 milhões. As vendas do quarto trimestre no Brasil aumentaram 10,0%, para € 254 milhões. Na África e no Oriente Médio, as vendas do quarto trimestre foram de € 601 milhões, um aumento de 5,2%. As vendas do quarto trimestre na região da Eurásia aumentaram 3,3% para € 288 milhões, impulsionadas pelo crescimento na Turquia, que foi parcialmente compensado por vendas menores na Rússia (€ 153 milhões, queda de 4,0%). As vendas do ano todo em Mercados Emergentes aumentaram 7,5%, para € 10,112 bilhões. Em 2018, as vendas na China, Brasil e Rússia foram de € 2.464 milhões (aumento de 12,7%), € 1.023 milhões (+ 7,0%) e € 605 milhões (+ 4,6%), respectivamente.

Fonte: Guia da Farmácia

Return to top of page