Skip links

Estado de São Paulo antecipa campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite

Estado de São Paulo antecipa campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite

Foco está na imunização de crianças

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu antecipar o começo da campanha de vacinação contra paralisia infantil (poliomielite) e sarampo com um “Dia D” extra, em 4 de agosto próximo.

Mais de quatro mil postos de vacinação fixos e cerca de 300 postos volantes estarão abertos no sábado, das 8h às 17h, para a imunização de 2,2 milhões de crianças que integram a população-alvo da campanha, composta por crianças com idade entre um ano de idade completo e cinco anos incompletos. A meta é vacinar pelo menos 95% desse público. Não poderão ser vacinadas crianças imunodeprimidas, como as submetidas a tratamento para leucemia e pacientes oncológicos.

No calendário nacional, a vacinação ocorrerá entre os dias 6 e 31 de agosto, com um “Dia D” em 18 de agosto, que também será feito no Estado de São Paulo.

“Decidimos realizar dois ‘Dias D’ com a finalidade de facilitar que os pais e responsáveis levem as crianças aos postos de saúde. Nosso objetivo é elevar a cobertura vacinal contra poliomielite e sarampo entre as crianças entre um e cinco anos incompletos. As vacinas são seguras e é necessário ressaltar a importância da imunização, desmistificando que a vacina pode trazer malefícios”, ressalta diretora de Imunização da Secretaria, Helena Sato.

O Calendário Nacional de Vacinação é composto por três doses da vacina inativada poliomielite (VIP), administradas aos dois, quatro e seis meses de idade, sendo necessários dois reforços com a vacina oral poliomielite (VOP) aos 15 meses e aos quatro anos de idade.

Já a imunização contra o sarampo é feita por meio da vacina tríplice viral, que também protege contra rubéola e caxumba. O esquema vacinal é de uma dose aos 12 meses de idade, com um reforço aos 15 meses.

 

Fonte: Comunicação Secretaria do Estado de São Paulo

 

Return to top of page